"hush"


Hush

Hush little baby,
we’re coming home
for tonight
Not a certain but maybe,
we’re not alone
in our fright

The shimmering
mirror image of me
living in your eyes
it’s the wavering
last smile to see
in all our goodbyes

No waving hands
getting tired
No warm tears
getting cold
No fairy tale ends
getting desired
No deep fears
getting old

That’s the way
things are to be
when you can’t stay
inside of me

That’s desire
No lying
No shying
No ashes
No crashes
Just the fire
of those flames
inside the chest
without the blames
taking the best

Skin feeling skin
Lips kissing lips
Chin touching chin
Hips pushing hips

Hush…
Hush I said
Don’t cry alone in bed
Hush…
Hush little baby
Don’t let it get you
Smile, maybe…
Please, do

Cão Sarnento.

3 comentários:

Who Am I disse...

Olha lá! Agora tenho que levar esta porra a alguém para me traduzir!

FASCISTA!

Engonha McQueen disse...

Ao menos em americanô parolo toda a gente percebe... É no que dá armar-se em espertinho! :D

Cão Sarnento disse...

Olha lá! Traduzir poesia não é pêra doce! Vê lá se alguém não transforma essa porra na letra de uma canção de Celine "Dião" (o que eu gosto de fazer rimas arbitrárias).

It's "âmricánou", faxavori. :)