A pele do lobo

Photobucket


Segundo dizem os velhotes: “quem não quer ser lobo que não lhe vista a pele.” É, os velhotes são uns sabichões do caraças. No entanto, essa sabedoria toda não os impede de ficarem apodrecidos pelo tempo e amargurados pela impotência. É a vida, meus caros compadres! Não há como fugir ao inevitável. O jeito é mesmo aproveitar enquanto se pode. O que nos leva à versão actualizada desse velho ditado: “quem não quer ser cão sarnento que não lhe vista a pele.” Também, diga-se de passagem, que não é qualquer um que tem estofo para vestir a pele do verdadeiro cão. Não, não, meus rapazolas! Há certos requisitos que têm de ser preenchidos. Para começar, não há cá nada dessa treta de andar atrás de todo e qualquer rabo de saia, como os cães nojentos que farejam qualquer rabo de cadela que vêem passar. Não! Isso é estritamente proibido. Tem de haver critérios. Só porque a fêmea tem o que tem entre as pernas (não, não me refiro aos joelhos, seus idiotazinhos!), o macho não tem de ir sempre lá com a sede toda ao pote. Isso é coisa de cão nojento. Cão sarnento que se preze não faz isso. É selectivo. Não gasta o seu precioso e requintado faro com qualquer vadia que atravesse o perímetro da mijadela territorial. E não se iludam com aquela cadela que tiver uma matilha de seguidores atrás dela. Das duas, uma: ou tem a mania que é boa demais para todos eles e não anda com nenhum (e nesse caso nem sequer vale a pena desperdiçar tempo com ela), ou então não presta mesmo para nada e anda a enrolar-se com todos eles (o que, vendo bem, é uma possibilidade ainda mais desanimadora do que a primeira). Cão sarnento que esteja à altura dos padrões exigidos para assim ser considerado estuda o terreno e espalha criteriosamente as suas mijadelas que demarcam o seu território. Trocando isto por miúdos, meus rapazolas: o cão sarnento não anda a enfiar o nariz onde uma matilha de cães nojentos já andou a farejar, não senhor… em vez disso, espalha as suas feromonas pelo ar e espera calmamente que as fêmeas venham farejar. E podeis estar descansados, que elas vêm. Depois de tantas metáforas, acho melhor esclarecer (há cães com menos inteligência do que outros), que quando falo de mijadela territorial não é para andar por aí a regar cada tronco de árvore, arbusto, candeeiro ou roda de carro… nem mesmo toda e qualquer esquina escondida. Não! Nada disso! A “mijadela territorial” é a postura do cão. A atitude é tudo, meus rapazolas! A atitude diz às fêmeas quem é o “rei do pedaço” sem que o macho em questão tenha de andar a levantar a perna para tudo o que é lado. A pele do cão sarnento é isto mesmo. Mas também pode ser uma t-shirt preta com um logótipo sugestivo no peito. E não podemos esquecer o clássico e internacional “AUF!” Ignorem a treta de que “cão que ladra não morde”. O cão sarnento está acima de preconceitos estúpidos e perfeitamente infundados. Eu sou cão sarnento por excelência e mordo. 8ó se mordo!) Mesmo depois de ter ladrado isto tudo, sou tão capaz (provavelmente, mais ainda) de morder como outro macho qualquer.

Cão Sarnento.

22 comentários:

cadela tinhosa disse...

É por essas e por outras que uma cadela (apesar do seu brio) pensa que às vezes mais
vale virar-se para gatos… sempre são mais asseados e não rosnam…;)

sofia disse...

Andas a ver muitos filmes do James Bond.

S.A. disse...

Gatos?...GATOS???!!!... Motherfukcing GATOS????!!!
Qualquer cão sarnento odeia os gatos com toda a sua sarna! Uma porcaria de um animal para o qual a definição de tomar banho é lamber o corpo todo (que, não esqueçamos, é coberto por pêlos), só pode ser considerado como definitivamente nojento! Mas suponho que não me surpreende que uma mulher acredite que um gato é melhor escolha do que um cão. Vejamos... os gatos são egoístas (tudo o que fazem é para conseguirem que a crédula dona lhe forneça regularmente as suas whiskas saquetas); são extremamente desobedientes (manda-se o raio da criatura para a esquerda e ela vai para a direita); saem de casa e só aparecem quando lhes dá nos bigodes (que, por extraordinária coincidência, costuma ser pela hora em que é servido o tal de whiskas saquetas); e… e… (é só encaixar aqui uma lista infinita de razões válidas para abominar os gatos). Resumindo, os gatos só servem para dar pontapés. Mas daqueles valentes… para que cada um lhes estoure com uma das múltiplas vidas (que, diga-se de passagem, é apenas um mito estúpido).

O James Bond é o cão sarnento dos espiões. É apenas lógico que eu veja alguns filmes do 007. Na verdade, há ali muita coisa que o rapaz aprendeu comigo. Mas não vou estar agora com gabarolices.

Cão Sarnento

cadela tinhosa disse...

Ah, sendo assim, vou repensar nessa questão!
É verdade que os cães são muito mais facilmente domesticados! Tens razão! Adoram exibir a sua bonita trela com sininho. Não é preciso gastar fortunas em patés de vitela com gambas porque comem do que há (e se não houver não faz mal que o jejum ocasional nunca matou ninguém). Basta assobiar que eles correm para dentro de casa com o rabito entre as pernas (e ainda limpam as patitas antes de entrar!)…e com jeitinho ainda lavam no tanque e passam a ferro! É uma maravilha!! Por outro lado, chega a ser chatinho o desafio!;)
Não sei, vou ali pensar mais um bocadinho;)

sofia disse...

perdoem-me a brevidade do post, mas

LOOOL

S.A. disse...

Hum… estou deveras impressionado com a tua resposta… NOT! Na verdade, apenas pegaste nas deixas que eu espalhei deliberadamente para tu aproveitares. E tu, (muito bem mandada, diga-se de passagem) aproveitaste… infelizmente. A tua resposta é tão previsível que deverias antever que não poderia jamais ser outra coisa. Não vou sequer tentar refutar as tolices que disseste acerca da subserviência dos cães (de facto, alguns deles, os nojentos, são mesmo assim). Mas há uma coisa que tenho de comentar… se tu, minha querida cadela tinhosa, vives num mundo onde há a possibilidade de os cães lavarem no tanque e passarem a ferro, o meu conselho é apenas um: interrompe o consumo de substâncias psicotrópicas! Ainda assim, devo dizer que concordo com uma coisa que disseste: o desafio é fraquito. Fazes o meu jogo como uma boa autómatazinha bem programada. Faz-me o favor de aumentar a velocidade de processamento das tuas sinapses para que possa existir um debate minimamente equilibrado. Por favor…

Sofia… estás perdoada… de momento…

Cão Sarnento

cadela tinhosa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
cadela tinhosa disse...

Pensei que quando se entra no jogo fosse para jogar! Claro com respeito pelas regras, não há que ver…
Vá, não precisamos de ser tão irascíveis… afinal, ninguém está aqui para se chatear… só para rir!
Sim, porque já ninguém mais pode ouvir falar de “guerra dos sexos”, coisinha tão enjoativa…e caída em desuso… mas que ainda serve de mote para desempoeirar a vida tão chatinha que nos coube na rifa.
Não passa de um jogo a feijões… e toda a gente sabe que só se joga a feijões quando não há interesse algum em aplaudir vencedores ou consolar derrotados… Apenas, por puro desporto!
Com isto, as minhas sinapses perderam alguma adrenalina… mas o meu fígado continua rijo!;)

S.A. disse...

hehehe... gosto do teu sentido de humor, cara fêmea canina... e sobretudo não desarmas (o que é sempre de louvar nos tempos que correm, em que é difícil encontrar alguém verdadeiramente vertebrado que defende a sua posição). Tens espírito. Se fosses macho, serias um cão sarnento dos diabos! (não consideres isto como depreciativo para as fêmeas, mas sim um elogio para os machos... tens mais cojones do que alguns). Eu acho que nos entendemos
perfeitamente. ;)

cadela tinhosa disse...

Não penses que não notei que com esse teu último e (irritantemente) fraterno comentário queres única e exclusivamente ver aumentadas o número de visitas ao teu blogue tão espirituoso ( e com “espirituoso” quero dizer “fofinho, mas patético”).
Mesmo assim, vou fazer de conta… e sempre que possível desperdiçarei alguns dos meus minutos para me rir de cãezitos irrequietos e inconformados e também para lembrar que só há cães sarnentos enquanto houver cadelas dengosas… Doutra forma, viram todos uns carneirinhos mansos de meter dó!
Tudo para me entreter!;)

sofia disse...

lol cadela tinhosa :D Esfola só mais um bocadinho! Afinal, ele colocou-se mesmo a jeito hihihi
O sociedade anónima gosta muito de atirar com a repetitiva boca de que as respostas dos outros são previsíveis e programadas quando leva com umas (perdoem-me novamente a expressão) BUJARDAS BEM DADAS PELA TOLA! É a tal e velha história: "ah e tal, eu já sabia que ias dizer isso! Eu já sabia! Quem diz é que é! O ar é de todos!"
Porém, como hoje é véspera de fim de semana prolongado, e eu até tou bem disposta, vou fazer-me de compreensiva e dizer que a atitude deste cão foi de fair play e respeito pelo "inimigo" :D Naaaaa! Não foi naaaada graxa! Qual quê! Foi lindo! Uma verdadeira demonstração de boa índole! Sim senhor! Não foi nada... err... deprimente...:D

Cão Sarnento disse...

You all make me sad!
Qualquer criaturinha que interprete uma apreciação razoavelmente justa da personalidade de outrém como uma demonstração de fraqueza por parte de quem fez a apreciação, então, essas criaturinhas são apenas isso, criaturinhas desprovidas de superiror intelecto, até para perceberem que ao diminuirem a opinião emititida sobre a sua própria personalidade dimiuem apenas a si mesmas.
Ah! Devo ainda acrescentar que...
O AR É DE TODOS!!

cadela tinhosa disse...

Era preciso levar tão a sério, era...era...era???? Não era, pois não? Foi só para disfarçar a lagrimita de cadela emocionada!!!
É preciso explicar sempre tudo, é...é...é????;)

jambadueiro :) disse...

Meteu a patinha na poça foi????
Ooooooo…. Tadinha da cadelinha que levou na cabecinnha…;)

cadela tinhosa disse...

Se meti a patinha na poça foi só para me refrescar... Nunca confundas as necessidades básicas de uma cadela (que de básicas não têm nada, diga-se)... É perigoso e pode aleijar quando nos metemos em engenhos que não dominamos.;)

jambadueiro :) disse...

Aproveita que a patinha já está, e passa para as ideias…;)

cadela tinhosa disse...

E que bom é ter ideias para refrescar... Sabes que quando a turbina funciona liberta calor...
Mal, é quando não há nada para refrescar!!! Isso é que chato!:D

Cão Sarnento disse...

ahahahahah...ai esta cadelita... eu diria que a coisa promete, mas a fase das promessas já expirou há muito...agora decorre a fase da verificação dos factos. :D

jambadueiro :) disse...

"Turbina"?????
HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH...espera...HAHAHHAHAHAHAHAHAHAHA...vou tentar novamente..AHAHAHAHHAHAHAHA..não consigo!!!...AHAHAHHAHAHAHAHAHA
Isso nem uma hélice das esburacadas pelos mosquitos é!!!!;)

cadela tinhosa disse...

Lá porque na Jambadeilândia o choque tecnológico não tenha encontrado adeptos , não significa que nos arredores ainda se façam fogueiras com pedrinhas!!!
Mas uma vez que até te tens esforçado, vou fazer caridosamente um peditório ao Sócrates para que, em vez de portáteis, ele abra uma excepção e te distribua carvão! Não precisas de agradecer… que faço de coração!;)

jambadueiro :) disse...

Pedra vulcânica é do melhor para conservar o calor :) …. que bom …que bom que é viver na Jambadeilândia!!! ;)
AAAAAHHHHHH é verdade!!!! A tua caridade, sabes o que podes fazer com ela, não sabes … sua cadela marotaaaaaa!!! ;)

carpe vitam! disse...

Bem, muito se ladra por aqui! mas eu sempre ouvi dizer "cão que ladra não morde"... de qualquer das formas, eu, é mais gatos... ;-)