Instinto Materno


Será que chupar os mamilos a uma mulher lhe desperta o desejo sexual mais básico que a predispõe para uma bela fornicadela, ou será que apenas lhe desperta o tal de instinto materno? No que me diz respeito (para bem da continuidade do gosto que tenho em chupar os mamilos às mulheres), vou continuar a pensar que a realidade corresponde à primeira suposição. A ideia do instinto materno é simplesmente intolerável. Pelo menos para mim, que não padeço de nenhuma desordem mental que remotamente se assemelhe ao complexo de Édipo. Mas acontece que, mesmo assim, é quase inevitável pensar no assunto. Quero dizer… afinal, a principal função para a qual os seios da mulher foram concebidos pela Mãe Natureza é precisamente para amamentar. Então, o que leva a que gostemos de chupar os mamilos das mulheres, mesmo sabendo à partida que dali não sairá leite? (normalmente, esperamos mesmo que não saia!) E quando um homem chupa os mamilos de uma mulher, será que ela o vê como um rapazito que tem de amamentar? E, já agora, devemos ainda pensar em outra questão. Será que uma mulher é mais, digamos, competente do que um homem em matérias de chupanço dos mamilos de mulheres? Sim, temos mesmo de nos perguntar. Afinal, elas é que têm o “material” idêntico. É apenas lógico que elas saibam melhor do que os homens do que gostam. Elas sabem como gostam de ser tocadas. Onde gostam. É claro que não há fórmulas rígidas que se apliquem a essas coisas, mas mesmo assim elas devem saber melhor do que os homens o que fazer com os seios umas das outras. É claro que posso estar a ser simplesmente imbecil ao pensar sequer nestas suposições, mas ei… eu sou o contador da história aqui, e posso ser imbecil sempre que me apetecer. O mesmo já não se pode dizer de muitos outros, que são imbecis mesmo sem quererem. E, pior do que isso, mesmo sem se aperceberem. Mas isso agora não vem ao caso. É assunto para ser futuramente aprofundado. E, como eu dizia, que cena é essa das mulheres afagarem o cabelo de um gajo enquanto ele lhe chupa os mamilos? Afinal, não é isso que elas fazem aos bebés enquanto os amamentam? Se querem saber, eu acho que esta minha dúvida é bastante válida. Não é algo que me atormente enquanto chupo os mamilos a uma mulher (nessas alturas não estou com grandes considerações filosóficas, diga-se de passagem), mas em certas alturas, em que não tenho nada melhor para fazer do que pensar em barbaridades, a coisa acaba por vir ao de cima. Tal como o facto de não entender por que razão há homens que afirmam não se sentirem excitados ao verem duas mulheres a esfregarem-se. Sim. Já agora tenho de falar nisso. Ora, meus caros amigos (por quem não tenho qualquer amizade significativa), os homens que afirmam tal blasfémia só podem ser uma de duas coisas: a) mentirosos; b)homossexuais mentirosos. Em qualquer dos casos, a natureza animal da coisa acaba sempre por levar a melhor. Seja lá qual for a inclinação sexual do indivíduo. Senão vejamos: (nem sequer vou tentar explicar o facto de que todos os homens hetero que afirmam não se excitar com a visão de duas mulheres em cenas lascivas são mentirosos, porque simplesmente são e não preciso de o confirmar com provas científicas); no que diz respeito aos homens homo, sejamos lógicos, se eles gostam de ver um homem a chupar os mamilos de outro homem, convenhamos que, em nome do bom-gosto estético, eles “têm” de gostar de ver duas mulheres (esteticamente muito mais apelativas) a praticar a mesma acção; e no que toca às mulheres (as hetero… porque as homo é claro que gostam), se elas se dispõem a chupar os mamilos aos homens (em alguns casos, por entre emaranhados de pêlos encaracolados) é de supor que não será menos desagradável verem uma mulher a chupar os mamilos a outra. E agora estão à vontade para consideraram tudo o que eu disse um inacreditável chorrilho de idiotices. Acontece que é para o lado que durmo melhor. Além do mais, apenas pretendi dizer algo que justificasse a imagem de uma mulher a chupar o mamilo de outra. Sou mesmo cão, e ponto final.


Cão Sarnento.

5 comentários:

sofia disse...

Como prometido cá vai o meu comentário. Este género de coisas deixam-nos um pouco sem saber o que dizer. Passam-me pela cabeça frases do género "este gajo é parvo", mas apesar de ser tudo muito discutível, ate tens uma certa razão em certos aspectos (muito poucos), principalmente no facto de certos homens arranjarem sarna para se coçarem.
Apesar de tudo, dou-te o desconto, por partir do principio de que baseias as tuas conclusões na própria experiência. De qualquer forma, meu amigo, quanto mais escreves aqui, mais eu sinto uma certa aversão a ti enquanto homem (mas isso é pk eu sou uma romântica de meter dó). Isto não é certamente um insulto, pois cada um é como é. E tu não tens culpa de estar desmoralizado com o mundo. =))

Sofia

sofia disse...

Gostaria de acrescentar ao comentário acima que não sinto NADA aversão pelo autor destes brilhantes escritos! Afinal ele é um génio literário capaz de nos despertar os mais diversos sentimentos (até ja me caiu uma lagriminha certa vez com o conto dele). Este cão sarnento É uma personagem e nada tem a ver com as suas convicções pessoais (epá, tenho mesmo de dizer isto?). Na verdade, ele é uma autentica alma pura e isenta de mácula, apenas abençoada (ou amaldiçoada... aii.. pronto abençoada) com uma extrema criatividade.
ps: assim nao arranjas namorada.

SA. disse...

Como és uma fixola (e por essa razão apenas) vou fazer vista grossa a certas e determinadas partes do primeiro comentário. Tal como farei por ignorar certas e determinadas partes do segundo comentário (por razões opostas). E como és mulher, concedo-te o meu condescendente desconto machista. (que, na verdade, não é nada machista... é apenas simpático e justo).

carpe vitam! disse...

as mulheres são os únicos mamíferos que têm as mamas sempre inchadas, as outras fêmeas só as têm assim quando amamentam. Isto deve significar que as mamas femininas são muito mais do que simples biberões.
Acerca dos homens que não gostam de ver duas mulheres juntas, custa-me a perceber, assim como me custa a entender mulheres que não apreciam ver dois homens juntos. Na verdade, custa-me a perceber alguém que não aprecie uma boa transmissão química, seja de que sexo for.
Não acho de todo que estas tuas questões sejam idiotas porque eu já as coloquei várias vezes, a outra hipótese é eu ser também idiota, coisa que também me parece viável.

Cão Sarnento disse...

Neste mundinho de imbecis bolorentos, se houvesse mais "idiotas" como nós as ideias sairiam bem mais fresquinhas das cabecinhas das pessoas. Enfim, a conversa é sobre mamas e, acerca do que já disse, nada mais tenho a acrescentar, para além do facto de que gosto sempre de experimentar um bom par, o que até seria escusado dizer.